quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Nando Reis


Gostava dele desde a época dos Titãs, com Marvin e Os cegos do castelo. Depois, descobri nede o compositor por trás da Cássia Eller. Quando o Nando partiu para a carreira solo, não tinha como eu não gostar. Melodias lindas e letras bem pensadas, acho que é por isso que gosto dele. Marcou muito meus 20 anos.

O Ao Vivo MTV foi um achado e tanto. Nando conseguiu reunir todos os clássicos em versão ao vivo e plugada. Ouvi, reuvi e ainda ouço. E, recentemente, o cara juntou a mesma trupe dos Infernais para gravar o Bailão do Ruivão, com mais clássicos e até bregas sem vergonha alguma. Dificilmente, Nando Reis vai fazer alguma música que me desagrade. Por isso, eu gosto dele. 

Nenhum comentário: