quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Ultraje a rigor

É uma das bandas mais debochadas da história. Uma espécie de “pré-mamonas”, aliando o bom humor e criatividade do vocalista Roger com o peso e a velocidade do Rock and roll. Mas confesso que demorei a descobrir o Ultraje. 

A primeira lembrança que tenho deles é com Nós vamos invadir sua praia. O clipe passava volta e meia na televisão. Mas foi com  Nada a declarar (tirei essa no violão) que passei a reparar mais nos cabeludos paulistas. Depois, veio Domingo, eu vou pra praia, em uma onda meio surf music, com o perdão do trocadilho. Ciúme é uma das melhores.

Na época do Acústico MTV – que reuniu todos os clássicos da banda em uma versão desplugada, mas muito rock and roll – eu conheci mais músicas. Independente futebol clube, por exemplo. Ultraje tem uma coisa rockabilly que eu gosto muito. Às vezes, sinto falta daquele dedo mínimo sacana no meio do riff nas bandas atuais. Isso é rock puro. A la Chuck Berry total. Ultraje é massa: é rockbilly, protesto, sacanagem... Tudo com muito senso sendo de humor e criatividade. E o melhor: com três acordes.

"...Esse nosso papo anda tão furado
É baixaria, dor de corno 
E bunda pra todo lado..."
[Nada a declarar - Ultrage a Rigor]

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito bom material.