terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Lobão, Blitz e Kid Abelha

Lobão é libriano. E fez Chorando no campo. Só isso é o suficiente para deixá-lo na calçada da fama do rock nacional. E ele também se chama “Lobão”, nome muito hard rock. E ele também fez Cena de cinema. Fui conhecer Lobão bem depois de descobrir o rock and roll. Apesar da figura polêmica e que adora palavras complicadas quando faz as vezes de entrevistador na MTV, Lobão faz um som bem legals.

"Tava queimando no meu carro a tal da gasolina
E, do meu lado, meu amor me avisou:
Vou sair de cena
Me deu um beijo na corrida, correndo ela sumiu
Desceu voando a escadaria do metrô:
Cena de cinema..."
[Cena de cinema - Lobão]

E, por falar em Lobão, antes de carreira solo, nosso canino segurava baquetas com o o pessoal da Blitz. Lobão foi baterista da banda carioca nas primeiras formações – antes de ser Lobão e os Ronaldos e antes de Ronaldo ir para a guerra. Blitz era uma espécie de Mamonas Oitentista. Faziam um rock brincalhão, mas com muita malícia nas letras e uma melodia pegajosa como chiclete Ping-Pong (mais oitentista impossível). Blitz aparecia no Vídeo Show, era rock bem comportado na sala de casa. E foi assim que eu conheci.

"...Ok, você venceu: batata frita
(...)
Tá tudo muito bom (bom!)
Tá tudo muito bem (bem!)
Mas realmente
Eu preferia que você estivesse nua..."
[Você não soube me amar - Blitz]

Já o Kid Abelha não entrou para minha estante como “rock”. Quando conheci, ainda pequena, me parecia muito mais pop. Com o tempo, passei a reconhecer as influências rockeiras nos Abóboras Selvagens e no comportamento “comportado” de Paula Toller. George Israel e seu saxofone é muito Kid Abelha, é muito anos 80. Adoro a participação de Paulinha Toller no Acústico MTV da titia Rita Lee, na faixa Desculpe o auê. Eu tive um sonho, Pintura Íntima, Lágrimas de chuva, Fixação, A fórmula do amor... Sem falar que no Kid ainda teve o Leoni, que depois fez Garotos e me fez descobrir que o mundo é lindo. E foi assim.

"...Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos
Quem sabe o fim da história
De mil e uma noites 
De suspense no meu quarto..."
[Lágrimas de chuva - Kid Abelha]

- Você lembra a primeira vez em que ouviu Lobão, Blitz ou Kid Abelha?

Um comentário:

...(D) disse...

A primeira vez que ouvi Lobão, eu não faço idéia porque sei que ouvi "Me Chama" de vez em quando enquanto crescia. Sei que em 2007 quando o vi falando sobre ter feito o 'melhor acustico' eu prestei atenção nele e não me arrependi. Já na primeira canção "El Desdichado II" eu senti que aquele seria o acústico mais rock que poderia haver, adquiri todos os discos dele. Terminei de ler a biografia dele faz poucos dias, recomendo. Já Kid Abelha eu escutei bem pouco, sempre achei pop demais-embora escute musicas como lagrimas e chuva- e dispensavel. Blitz pra você ver eu via um episodio de Jimmy Neutron quando prestei atenção em "Você não soube me amar". hahaha melodia chiclete demais, talvez um dia eu de uma chance.